Livro | Guia de Marantáceas – Amazonia central

Reconhecer os organismos ou “identificar” é a primeira etapa de qualquer estudo biológico.

Guia de Marantáceas da Reserva Ducke e da Rebio Uatumã – Amazonia central

Seja para coletar corretamente a espécie a ser usada para produzir um remédio ou para produzir um mapa de distribuição que nos mostre onde as espécies ocorrem, é necessário saber reconhecer as características que fazem uma espécie ser ela e não outra. Qualquer pessoa é capaz de formar uma imagem mental das características que mais chamam a atenção em um organismo e por comparação, daquelas que diferem em organismos parecidos. Esta é a base natural do processo de identificação e classificação, embora a classificação usada na ciência tenha regras mais complexas.

Os estudantes em geral têm dificuldade ao se iniciar nas ciências biológicas, por que a linguagem é muitas vezes difícil. Também, há pouco material de consulta que sirva como uma introdução sucinta aos grupos biológicos e ao mesmo tempo trate das espécies locais, que eles podem encontrar por perto. Assim, muitos estudantes deixam de apreciar a beleza e variedade de grupos biológicos que não são aqueles com grande tamanho ou apelo sentimental, simplesmente por falta de acesso à informação. Vários de meus alunos já me disseram que não podiam nem imaginar que existissem tantas espécies de ervas na floresta e que para eles o chão da floresta era simplesmente um “tapete verde”. Mas no momento em que as espécies ganham nomes e suas características únicas são destacadas, a biodiversidade “salta” do chão e a floresta passa a ser mais povoada do que nunca.

Nossa intenção com este livro é fazer o milagre de tirar as espécies do “tapete verde” e trazê-las para os olhos de quem quiser vê-las. Não apenas estudantes, mas todos os interessados na beleza que a biodiversidade tem. O livro foi propositalmente escrito em uma linguagem que evita a maior parte dos termos científicos complicados, e quando estes foram necessários, suas definições são dadas em um glossário. Esperamos que este livro chegue às mãos de guias turísticos, professores das escolas de nível primário e secundário, dos estudantes de biologia e dos pesquisadores de qualquer área biológica e que seja útil a todos vocês.

Manaus, dezembro de 2008
Flávia Costa e os autores

Link para download:

https://ppbio.inpa.gov.br/sites/default/files/GUIA-marantaceas-ebook_bot.pdf

Esta entrada foi publicada em Uncategorized e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta