Foto Galeria | Casas Adobe – COB – Superadobe – parte 6

Agradeçemos o Fonte: Green Anarchy – Por uma vida mais simples

Imagem ampliada: https://d3llm9uqwxjhoi.cloudfront.net/sites/default/files/field/image/mud_house_900.jpg Feita de com as mãos (e pés), COB, técnica antiga de elementos naturais como Terra, Argila, Areia e Palha. Não confunda Adobe com COB. No Adobe fazemos blocos, e COB esculpe paredes da fundação para cima em peça única. Passo a Passo básico de casa COB: Passo à passo básico de uma casa COB – Em lona grossa misture areia, argila ou terra e água (porcentagem para cada elemento depende muito do tipo de terra e da areia). Podemos tomar por base 70% de areia para 30% de argila-terra. Podemos usar os pés para misturar a massa. Isso é terapêutico.

A ecoeficiência é o grande diferencial da técnica de construção alternativa com SUPERADOBE. Além das economias durante o processo construtivo, que conseguimos até 50% apenas pela opção de compra de uma casa assim, teremos a médio e longo prazo economias cumulativas mensais na conta de energia elétrica devido a espessura das paredes (45cm) trazerem consigo a capacidade de retenção de temperatura pela elevada massa que possuem, a chamada massa térmica. Quanto maior a massa térmica mais baixa é a amplitude térmica do material, que é a diferença entre a temperatura máxima e mínima num espaço de tempo determinado. (ex.: máxima do dia 30°C e mínima do dia 13°C, amplitude térmica de 17°C no dia). Essa propriedade que a parede adquire por sua elevada massa térmica (45cm de espessura) chama-se propriedade geotérmica, que proporciona com que a temperatura da parede esteja sempre muito próxima à temperatura do subsolo, algo em torno de 20ºC e acompanhando praticamente a mesma amplitude térmica desse subsolo. Com isso temos uma parede que irradia sua temperatura própria para condicionar o ar aprisionado dentro dos cômodos da casa transferindo sua temperatura para o mesmo sem nenhum acréscimo na conta de energia elétrica. Ou seja, condicionamento natural de ar, ao longo dos anos sua própria casa trabalha para você, economizando energia, amortizando o custo de construção até se pagar por completo… Você terá a posse de um condicionador de ar natural (suas paredes), durante toda vida útil do imóvel, que ainda é muito superior, sem onerar a conta de energia mensal, seja no verão ou inverno, pois 20°C é a temperatura perfeita para o ano todo e é o condicionamento que essas paredes transferem para o ar interno dos cômodos durante o ano todo! Gabriel Raia, eco-designer: www.gabrielraia.com.br

Michael Buck, professor de arte da universidade de Oxfordshire, na Inglaterra, em seus plenos 59 anos de idade decidiu usar seu tempo livre para inovar e nos presentear com mais um belo exemplo de arquitetura sustentável de baixo custo. Com um orçamento de 150 libras (Cerca de 600 reais), o professor utilizou os princípios básicos da construção em COB para levantar uma pequena moradia no jardim de sua casa. A construção hoje serve como inspiração para qualquer um que sonha com uma casa própria.

Domoterra. Estruturas mais resistentes na Natureza, trabalhando em harmonia com a gravidade, são os arcos, cúpulas, abóbadas e formas orgânicas livres. Projetos escolhidos pela Mãe Natureza para sustentar a vida. Fácil de aprender e jogar arquitetônicamente, em combinação com o material de construção mais abundante à nossa disposição: a terra!

Esta entrada foi publicada em Adobe, Architektur, Arquitetura, Barro, Bauen, Construção, Educação, Fotos, Lehmbau, Permacultura, Portugues e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta